Natal em Nova York: decorações de Natal impressionantes em Dyker Heights

 

Uma das minhas épocas preferidas para visitar Nova York é perto do Natal: apesar de super lotada, a cidade fica linda com as decorações de Natal e todo o clima de festas. Apesar de já estar frio e os dias mais curtos, há muita coisa pra curtir nesse período!

De todos os passeios para ver decorações de Natal, o mais incrível na minha opinião é com certeza um bairro no Brooklyn chamado Dyker Heights. Nesse bairro imperdível, os vizinhos batalham para ver quem tem a decoração mais bonita e escandalosa todos os anos. Dizem que as contas de luz chegam a 10 mil dólares no mês de dezembro! Dá pra acreditar?

As decorações de Natal de Dyker heights impressionam qualquer um!

As decorações de Natal de Dyker heights impressionam qualquer um!

Tudo começou na década de 80 quando uma moradora chamada Lucy Spata colocou um anjo no jardim em homenagem à sua mãe que havia falecido. Após reclamações dos vizinhos, ela se sentiu confrontada e colocou ainda mais anjos ao invés de tirar as decorações. E foi aí que a tradição começou. A casa de Lucy ainda é a mais cheia de decorações de todo o bairro e você mal consegue ver a casa de tanta coisa na frente!

As casas mais decoradas ficam todas bem próximas então é possível passear a pé pelas principais ruas e tirar bastante fotos. Estima-se que cerca de 100 mil visitantes passam por lá todos os anos e sempre há bastante policiamento pra garantir que os milhares de pedestres não atrapalhem o trânsito, e também para evitar que visitantes estacionem na rua mais movimentada.

É impressionante como as casas são super decoradas, com musica ambiente, efeitos especiais e tudo mais. O bairro todo fica lindo, parece até filme! Todos os anos as decorações são praticamente iguais já que não dá pra comprar tudo novo a cada ano, mas não perde o encanto! É realmente uma experiência de Natal inesquecível que eu recomendo muito!

De presépios a ursos infláveis, você via ver de tudo nesse bairro de Natal!

De presépios a ursos infláveis, você vai ver de tudo nesse bairro de Natal!

Há basicamente 3 formas de ir até lá: tour privado, alugar um carro ou ir de metrô e caminhar. Vou detalhar as vantagens e desvantagens de cada forma e dar minha opinião pessoal!

Como ir ao Dyker Heights: Tour Privado

Na minha última viagem à cidade resolvi visitar Dyker Heights de tour pela primeira vez e adorei. Claro que ir em um tour coletivo tem suas desvantagens, como horários fixos e nenhuma flexibilidade, mas eu sinceramente adorei. As principais vantagens são a comodidade de não ter que se preocupar em como chegar ate lá, poder apreciar o caminho da janela do ônibus e ouvir um pouco da história e curiosidades contadas pelo guia.

A maior desvantagem é ter horários fixos e pouco tempo pra desbravar as ruas decoradas. Foram cerca de 50 minutos livres em Dyker Heights, mas que acabaram não sendo muito tempo com tanta coisa pra fotografar e admirar, mas também não foi pouco. Ainda assim, eu recomendo muito!  

Encontrei uma empresa que faz tours em português e espanhol em alguns dias da semana e na volta ainda faz uma paradinha para um chocolate quente delicioso. O ponto de encontro é na porta de 2 hotéis (vai estar escrito o horário e o local no seu ingresso), e o tour pára em 2 bairros diferentes. A primeira parada é em Bay Rigde, um bairro ao lado de Dyker Heights com decorações mais tradicionais, mas muito bonito também. Após um pequeno passeio de ônibus pelo bairro, você tem 15 minutos para tirar fotos na rua principal.

Essa casa toda azul chava atenção em Bay Ridge por ser diferente!

Essa casa toda azul chamava atenção em Bay Ridge por ser diferente! Pena que a foto não é tão boa pra mostrar…

De volta ao ônibus o tour segue em direção a Dyker Heights, cerca de 10 minutinhos de Bay Ridge. Ao chegar lá, o guia mostra o ponto de encontro e define o horário de volta, e você terá cerca de 50 minutos livres. Não se atrase! As pessoas são super pontuais e o tour vai te deixar pra trás se você atrasar pra voltar!

Essa é a casa de Lucy, quem originou a tradição. Essa é sempre a casa mais enfeitada e mal dá pra entrar e sair da porta de tantos bonecos e anjos pelo caminho!

No caminho de volta, com o ônibus tocando musicas de Natal, a excursão faz uma parada em um dos meus lugares preferidos para fotos em Nova York: o Brooklyn Bridge Park, que tem a vista mais linda de Manhattan e da ponte do Brooklyn à noite. Ali você tem cerca de 15 minutos para fotos e para pegar um chocolate quente numa sorveteria bem famosa. Para comprar esse tour, acesse esse site.

Paradinha para um chocolate quente com essa vista INCRÍVEL de manhattan vista do Brooklyn Brigde park.

Paradinha para um chocolate quente com essa vista INCRÍVEL de Manhattan!

Como ir ao Dyker Heights: Alugar um carro

Essa é a opção que já usei mais vezes para visitar Dyker Heights. A principal vantagem é a flexibilidade em ir e voltar a hora de você quiser e parar em mais lugares. Nas vezes que fui de carro, ficou muito mais fácil ir de rua em rua, decidir em quais ruas fazer uma paradinha para uma foto  ou curta caminhada e voltar pro carro. Como nessa época é frio, poder entrar e sair do carro, ir dirigindo devagarzinho no bairro e ter bastante flexibilidade é super positivo.

Essa casa do quebra nozes também é bem famosa na rua principal e é uma das minhas preferidas!

Essa casa do quebra nozes também é bem famosa na rua principal e é uma das minhas preferidas!

Outra vantagem que vale notar é o preço: se seu grupo for de 3 a 5 pessoas, normalmente vale muito mais a pena alugar o carro financeiramente do que ir de excursão. Claro que é preciso checar o preço de alugar um carro por um dia na data da sua viagem para poder comparar e também contar com o preço do seguro, da gasolina e do gps.

No entanto, também há desvantagens: dá trabalho pesquisar a locadora, ir até lá retirar o carro, abastecer, entregar o carro, etc. Além disso, dirigir em Nova York pode ser bastante estressante já que o trânsito por lá é bem caótico!

Como ir ao Dyker Heights: transporte público

Essa é a opção que eu menos recomendo pela comodidade, porém a mais barata. Pra quem já tem o metrocard, o passeio não custa nada a mais. No entanto, não há nenhuma estação de metrô perto da rua principal das decorações de Natal e é necessário fazer uma boa caminhada.

Saindo da estação do Bryant Park e pegando o trem D da linha laranja, são quase 50 minutos de percurso até Dyker Heights. Fique atento para descer na estação 79th street. Ao descer, são quase 2 kilômetros de caminhada até o ponto principal do bairro, que levam um pouco mais de 20 minutos num ritmo médio. Na metade desses 2 km já vão ter decorações para curtir, mas lembre-se que dezembro é um mês muito frio e que essa caminhada pode se tornar um pouco mais complicada!

Também é possível ir de ônibus usando o metrocard, o que pode diminuir significativamente o tamanho da caminhada. Uma boa opção é o ônibus X28, que passa na porta da New York Public Library e deixa bem pertinho da casa da Lucy (1152 84th St, Dyker Heights). Lembre-se sempre de conferir os horários dos ônibus no Google Maps!

Resumindo… vale a pena?

Sim, sim e sim!!! Seja qual for a forma escolhida para chegar até lá, visitar o bairro de Dyker Heights em dezembro é um dos passeios mais inesquecíveis pra quem gosta de ver as decorações fantásticas de Natal. Eu fico impressionada cada vez que vou até lá pois é realmente inacreditável! O passeio é divertido para toda a família e rende fotos incríveis! Não deixe de visitar o bairro se você tiver com viagem marcada para o mês de dezembro!

2 thoughts on “Natal em Nova York: decorações de Natal impressionantes em Dyker Heights

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *